Há uma grande diferença entre praticar uma religião e experimentar um relacionamento com Deus. Há uma grande diferença entre religião e salvação. Há muitas religiões, mas um só Deus e um só Evangelho. Religião vem dos homens; "O Evangelho é o poder de Deus para a salvação por meio de Jesus Cristo". Religião é o ópio do povo; Salvação é presente de Deus ao homem perdido. Religião é história do homem pecador que precisa fazer alguma coisa para o seu deus imaginado. O Evangelho nos diz o que o Deus Santo fez pelo homem pecador. Religião procura um deus; O Evangelho é a Boa Nova de que Jesus Cristo procura o homem que se encontra no caminho errado. "Porque o Filho do Homem veio salvar o que se havia perdido" (Mateus 18:11). O Evangelho muda o ser humano por dentro por meio da presença do Espírito Santo de Deus em seu coração. Nenhuma religião tem um salvador ressuscitado, que perdoa os pecados e dá vida eterna, pois só Jesus Cristo venceu a morte. Por isso, dirija-se só a Jesus Cristo. Ele é o único que pode perdoar os seus pecados e lhe dar vida nova nesta vida e vida eterna no reino de Deus. "Crê no Senhor Jesus, e serás salvo" (Atos 16:31). "E o sangue de Jesus , Seu Filho, nos purifica de todo o pecado" (I João 1:7). Receba a Jesus AGORA em seu coração como seu Salvador e como único Senhor de sua vida. "Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações"; "Hoje é o dia da Salvação". E depois de aceitar a Cristo Ele diz: "Se me amais, guardai os meus mandamentos" (João 14:15). "Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor" (João 15:10). "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele" (João 14:21).

Pesquisa personalizada

Ouça Estudos da Bíblia Agora:

Pesquisar Neste Blog:

Ouça Áudio Livro Caminho a Cristo!

Estude a Palavra de Deus Agora!

Estude a Palavra de Deus Agora!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos

segunda-feira, abril 22, 2019

O Sangue de Jesus Foi Derramado Sobre a Tampa do Propiciatório da Arca da Aliança! Saiba o Que Isto Significa ...

Arca da Aliança - Ron Wyatt


Muito se discute sobre a Arca. Alguns dizem que foi destruída no incêndio do templo, outros afirmam estar numa igreja localizada numa ilha em um lago na Etiópia e alguns acreditam estar escondida em algum monte em Israel, possivelmente o Nebo (no livro apócrifo II Macabeus 2.2-8). No entanto, uma outra história ocorreu em Jerusalém às 14:15h do dia 6 de Janeiro de 1982, numa caverna 7 metros abaixo do local da crucificação, no Calvário, e esta realmente com base bíblica e fundamento histórico. Passados cerca de 17 anos, foi revelado a nível internacional um fato mantido em segredo a pedido das autoridades judaicas em 1982, sendo divulgado naquela época apenas nos EUA.

COMO É A ARCA
Desejada por estadistas da antiguidade como símbolo de poder, a Arca foi tema de “Os Caçadores da Arca Perdida”, o primeiro filme da série Indiana Jones, filmado apenas alguns meses antes da real descoberta. Porém, é completamente diferente daquela apresentada no filme.
Em Êxodo 25:10-22 e 37:1-9 está a descrição completa da Arca da Aliança e da sua tampa, chamada de propiciatório ou “assento de misericórdia”.
É uma caixa de madeira de acácia coberta com ouro com aproximadamente 130 centímetros de comprimento e 80 centímetros de largura e altura, aberta apenas na parte superior. Para transportá-la, foram colocadas 4 argolas, uma em cada canto (parte inferior) e 2 varais de madeira de acácia cobertos com ouro passados por dentro das argolas.
A tampa, chamada de propiciatório, é totalmente feita em ouro puro e do mesmo tamanho da abertura da Arca. Em cada lado, nas extremidades, há um querubim feito de ouro batido de forma que ambos e o propiciatório formam um só objeto. As asas de cada querubim passam por cima do propiciatório e as suas faces, em cada extremidade, estão de frente olhando para o propiciatório. Moisés ouvia a voz de Deus vinda de uma nuvem que aparecia sobre o propiciatório (Levítico 16:2 e Números 7:89).
A ARCA NO TEMPLO E O SEU DESAPARECIMENTO
No Antigo Testamento, no capítulo 35 de II Crônicas a Arca da Aliança é mencionada pela última vez. Era por volta do ano 621 AC, 35 anos antes da invasão e destruição de Jerusalém em 586 AC pelos babilônios sob o comando do rei Nabucodonosor. Como o templo foi completamente destruído, não havia razão para crer que a Arca havia sido retirada antes. No entanto, em II Reis 24.13, 25.13-18 e Jeremias 52.17-23 está descrito em detalhes os artigos que os babilônios levaram da casa do rei Zedequias e do templo. As listas incluíam panelas e outros objetos menores que eram usados no templo, mas o mais valioso e mais significante de toda a mobília, a Arca da Aliança, não foi mencionado! Anos mais tarde, milhares de objetos foram devolvidos para serem colocados no novo templo (Esdras 1.7-11 e 6.5) e a Arca também não estava na lista. Tudo isto sugere que ela não foi levada para a Babilônia, tendo que ter sido retirada do templo entre os anos 621 e 586 AC.
O apócrifo Livro de Baruque tem uma segunda parte onde ele, criado de Jeremias, vê 4 anjos se levantando da cidade e em seguida um outro anjo que desce do céu dizendo que Deus o enviou para avisar que a Arca e os tesouros santos ficariam escondidos sob a terra até o último tempo do domínio dos gentios (estrangeiros) sobre Jerusalém, de forma que os inimigos de Israel nunca os achariam, sendo recuperados ao término desse tempo quando Jerusalém fosse restabelecida totalmente das mãos dos gentios (II Baruque 6.4-10). Ou seja, no futuro, após o domínio de 42 meses do anticristo, a Arca será retirada e colocada no Templo Celestial (Apocalipse 11.19). Com o passar dos séculos se cumpriram as palavras do profeta Jeremias sobre a Arca: O povo judeu a esqueceu, nunca mais se interessou por ela e a Nova Aliança, o Senhor Jesus sentado no Trono, a substituirá no Novo Templo do Reino de Deus (Jeremias 3.16-17).
Há vários registros e histórias diferentes relativas ao destino da Arca. A maioria foi escrita muito tempo depois da Arca desaparecer e a maior parte baseada não nas Escrituras Sagradas ou em pergaminhos históricos mas em lendas. Alguma dessas histórias poderá ser usada futuramente pelo anticristo para enganar os judeus podendo até lhes apresentar uma réplica da Arca (existem algumas na Etiópia) como sendo a verdadeira, colocando-se como o substituto da velha aliança.

A INVASÃO DA CIDADE
“E sucedeu que, ao nono ano do seu reinado, no décimo dia do décimo mês, Nabucodonosor, rei de Babilônia, veio contra Jerusalém com todo o seu exército, e se acampou contra ela; levantaram contra ela tranqueiras em redor. E a cidade ficou sitiada até o décimo primeiro ano do rei Zedequias. Aos nove do quarto mês, a cidade se via tão apertada pela fome que não havia mais pão para o povo da terra. Então a cidade foi arrombada, e todos os homens de guerra fugiram de noite pelo caminho da porta entre os dois muros, a qual estava junto ao jardim do rei (porque os caldeus estavam contra a cidade em redor), e o rei se foi pelo caminho da Campina.” II Reis 25.1-4
As tranqueiras eram comumente usadas na antiguidade para render os habitantes da cidade sitiada impedindo a entrada de alimentos. Eram construídas a uma determinada distância (300 metros ou mais) para a própria segurança dos invasores principalmente no caso de haver necessidade de incendiar a cidade.
O cerco durou aproximadamente um ano antes da cidade ser finalmente invadida. Zedequias (rei de Judá) e os soldados judeus fugiram por um caminho que passava entre os muros sendo que o rei foi perseguido e alcançado nas campinas de Jericó, mas os soldados escaparam. Isto foi no dia 9 de Av no calendário judeu.
A HISTÓRIA COMPLETA DA DESCOBERTA
Em 1978, após descobrir algumas rodas dos carros egípcios no Mar Vermelho, o arqueólogo Ronald Wyatt retornou a Jerusalém em decorrência das fortes queimaduras de sol que adquiriu na praia de Nuweiba, no Egito. Hospedado em um hotel e desapontado com o cancelamento da expedição, Wyatt descansava suas pernas inchadas pelas queimaduras até quando teve condições de caminhar pela vizinhança do muro norte da cidade velha.
Enquanto conversava com um profissional em antiguidades romanas, pararam em uma pedreira antiga conhecida como “Escarpa do Calvário”, e apontou para um local que é usado para entulhar lixo. Repentinamente disse: “Esta é a Gruta de Jeremias e a Arca da Aliança está lá”. Wyatt, que nunca se interessou pela procura da Arca, espantou-se com as suas próprias palavras! O homem que o acompanhava ficou entusiasmado prometendo-lhe obter permissão por escrito para escavar e, além disso, receber hospedagem e comida gratuitamente. Mas ele recusou temporariamente a oferta retornando para sua casa no Tennessee, EUA, iniciando um sério estudo sobre o maior tesouro da antiguidade.

ESTUDO SOBRE O DESTINO DA ARCA
Wyatt tirou várias conclusões: A Arca não poderia ter sido levada para a Babilônia, de acordo com as referências bíblicas. Deveria ter sido escondida algum dia entre o ano 621 (18º ano do reinado de Josias) e 586 AC, quando os babilônios invadiram a cidade e o templo foi destruído. Finalmente, a Arca deveria ter sido escondida entre as tranqueiras babilônias e o muro da cidade pois ninguém em Jerusalém pôde sair, considerando que a cidade havia sido totalmente destruída e que era altamente improvável que a Arca estivesse escondida nela. Todos estes pontos emparelharam perfeitamente com a área que Wyatt havia apontado e identificado como sendo a Gruta de Jeremias. O lugar estava exatamente entre o muro e as tranqueiras. Isto era o suficiente para ele voltar a Jerusalém e iniciar a escavação.
Localização da Arca durante o cerco babilônio
NOVA PERMISSÃO PARA ESCAVAR
Em Jerusalém, Wyatt logo descobriu que não era tão fácil obter uma licença para escavar. O profissional de antigüidades romanas que havia lhe prometido a permissão por escrito, não pôde fazer assim. Wyatt tinha trabalhado por muitos anos em vários locais arqueológicos mas tudo feito reservadamente pois ele não era um arqueólogo profissional e isto dificultou a situação. Ele pediu uma licença e esperou três longas semanas. Enquanto isso, ele e sua pequena equipe viajaram para Ashkelon na costa oeste de Israel.
Enquanto nadavam no Mar Mediterrâneo, Wyatt esbarrou com os pés em algo na água. Ao verificar o que era, achou uma antiga e grande panela de pedra e continuando a observar na área descobriu vários destes jarros. Cada um estava cuidadosamente lacrado mantendo o seu interior intacto. Quebrando um dos jarros, achou restos de ossos humanos. Ficou evidente que eram panelas ossuárias antigas.
Wyatt as entregou imediatamente ao pessoal do Departamento de Antigüidades que ficou grandemente entusiasmado ao identificá-las como panelas ossuárias Canaãnitas! Um outro arqueólogo já as tinha procurado anteriormente em toda a praia porém sem sucesso. Ninguém pensou em procurá-las por alguns metros dentro do mar!
Para Wyatt estes achados não eram tão significantes quanto as outras descobertas que ele havia feito, mas como resultado deste achado foi-lhe concedido imediatamente uma licença para escavar em Jerusalém. Sem dúvida, foi uma providência divina!
O LOCAL DA ESCAVAÇÃO
Os 3 dos mais famosos montes na área de Jerusalém são Sião, Moriá e o monte das Oliveiras. Embora seja construída sobre o Sião e o Moriá, a cidade velha normalmente é referida na Bíblia como “Sião”.
Os montes onde a velha Jerusalém foi edificada.

O Moriá foi o local onde Davi ergueu um altar depois de ver o anjo que se levantava pronto para destruir a cidade e onde Salomão construiu o templo. De acordo com o livro de Gênesis havia outro evento significante e histórico que acontecera ali: o sacrifício de Isaque, que foi substituído por um carneiro.
Hoje o grande Domo da Rocha está ... Leia mais em: https://teologiahoje.blogspot.com/p/blog-page_22.html

quarta-feira, abril 10, 2019

O Poder do Primeiro Milagre de Jesus!


JESUS TRANSFORMOU ÁGUA EM VINHO!


Sabemos através da Bíblia que Jesus transformou a água em vinho, conforme o relato no evangelho de João 2:1-11. Mas esse milagre geralmente passa despercebido e visto como uma coisa muito simples que Jesus fizera, mas será que foi realmente simples assim?

Como explicaríamos esse milagre cientificamente?

A composição do vinho e da água são diferentes, embora no vinho também exista água. Mas aí existe um “pequeno problema”. A água é uma molécula que contém apenas dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio, mas o vinho contém vários átomos de carbono, de nitrogênio e outras coisas no seu meio. Cientificamente, para transformar água em vinho, Jesus necessitaria de três coisas fundamentais:

1º) Um reator atômico com aceleração termo-nuclear;

2º) Desestruturar os átomos, ou seja, separar prótons, elétrons e nêutrons;

3º) Restruturar tudo novamente para criar carbono e nitrogênio que não existe na água.

Observação: Esse processo é chamado de Fissão Nuclear, no caso de Jesus Fissão Nuclear a Frio.

A Bíblia relata no versículo 6 do mesmo capítulo que haviam seis talhas com água, o que é aproximadamente 480 litros no total, pois naquele tempo as talhas cabiam em média de 80 a 120 litros cada, mas usaremos a menor medida. Portanto:

Quanta energia seria necessária para transformar 480 litros de água em vinho?

Lembremos que esse milagre foi considerado um dos mais fáceis que Jesus realizou, mas não o menos importante e fantástico.

Essa restruturação nuclear para transformar água em vinho necessitaria da energia de cerca de 200.000.000 (duzentos bilhões) de estrelas iguais ao nosso Sol, e isso em apenas um dia para realizar tal transformação.

Mas para Jesus isso foi uma coisa básica, fácil e rápida de se fazer. A Bíblia não relata que ele se cansou ou que perdeu sua energia ao fazer isso, mas apenas deu uma ordem pela sua palavra, a mesma palavra que criou todas as coisas do nada, como está escrito: "Pela fé entendemos que o Universo foi formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem". Hebreus 11:3

Tal ato ou milagre é no mínimo inimaginável ao nosso raciocínio, somente um Deus teria poder para fazer isso: transformar água em vinho.

Mas, o próprio Jesus disse que Ele era Deus e todos os cristãos reconhecem isso, como está escrito:

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez". João 1:1-3

"O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele. E Ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por Ele". Colossenses 1:15-17

Agora, entenda que nosso Senhor Jesus Cristo é Deus e infinitamente poderoso, e pode realizar qualquer coisa, mas na grande maioria das vezes nós colocamos nossos problemas como maiores que o poder de Jesus Cristo em nossas vidas.

Esse artigo serve para refletirmos e entendermos um pouquinho de que é Deus, de sua magnitude, poder e glória infinitos e assim nos colocarmos aos Seus pés e deixarmos que Ele tome o controle de nossas vidas.

Se Jesus fez este milagre como algo aparentemente tão simples, imagina o que ele pode fazer na sua vida?

[Fonte: Raciocínio Cristão]


quarta-feira, dezembro 19, 2018

Tumor incurável desaparece do cérebro de criança após orações de toda comunidade

 Foto: Reprodução Facebook – O antes e depois da ressonância magnética da pequena Roxli


 Foto: Reprodução Facebook – Entenda o impressionante caso desta menina de 11 anos

“O diagnóstico dela quebrou os corações de toda a nossa comunidade. Nós fomos levados a nossos joelhos e chamados para a batalha, atacando os portões do céu com nossas orações repletas de fé"

Quase seis meses depois que uma menina de 11 anos de idade do Texas foi diagnosticada com um tumor cerebral incurável chamado glioma pontino intrínseco difuso, ou DIPG, os médicos não podem mais encontrar um rastro dele depois que sua família e amigos oraram por um milagre.

“E nós conseguimos”, disse Gena Doss, a mãe de Roxli Doss,  em entrevista à KVUE .

E agora todos estão agradecendo a Deus por sua bênção. “Louvado seja Deus”, disse o marido dela, Scott.

A Dra. Virginia Harrod, do Centro Médico Infantil da Dell, disse à KVUE que o DIPG é uma doença rara e devastadora.

“É muito raro, mas quando a vemos, é uma doença devastadora. Você tem uma capacidade diminuída de engolir, às vezes perda de visão, diminuição da capacidade de falar e, eventualmente, dificuldade em respirar”, disse ela.

O médico explicou que a menina de 11 anos passou por semanas de tratamento com radiação, mas não havia expectativa de que o tumor simplesmente desapareceria. A recuperação de Roxli, ela disse, é “inacreditável”.

A radioterapia é atualmente a terapia primária para o diagnóstico recente de DIPG em crianças com mais de 3 anos, de acordo com o hospital St. Jude Children’s Research . Ele usa raios X de alta energia de uma máquina especializada ou outros tipos de radiação para matar células cancerosas e encolher tumores. O tratamento, no entanto, não cura pacientes.


“Quando vi pela primeira vez o exame de ressonância magnética de Roxli, foi realmente inacreditável”, disse Harrod, “o tumor é indetectável na ressonância magnética, o que é realmente incomum”.
E caso haja alguma dúvida sobre o diagnóstico inicial de Roxli, seu pai disse que sua doença foi confirmada por especialistas em vários hospitais diferentes.
“Na Dell Children’s, na Texas Children’s, na Dana-Farber, na John Hopkins e na MD Anderson, todos concordaram que era o DIPG”, disse Scott Doss.
Os organizadores de um grupo de apoio no Facebook chamado Rox Rox’s Star Benefit para a garota que foi diagnosticada com o tumor em junho,  explicaram em julho que ela ama Jesus “em seu íntimo” e sua comunidade ficou de coração partido ao saber de seu diagnóstico.
“Nós tivemos a bênção de ver Roxli crescer a partir do momento em que ela estava na barriga de sua mãe. Rox é uma criança tão cheia de alegria e com um coração imenso. Ela ama sua família ferozmente, cavalos e Jesus em seu íntimo. Conhecê-la é absolutamente adorá-la. Roxli sempre cativou corações porque sua alegria é contagiante! ”
Enquanto os médicos tratavam Roxli com radiação, não esperavam curá-la. A comunidade de Buda, onde mora a família, decidiu orar com os pais por um milagre.

“O diagnóstico dela quebrou os corações de toda a nossa comunidade. Nós fomos levados a nossos joelhos e chamados para a batalha, atacando os portões do céu com nossas orações repletas de fé. Sabemos que a única coisa que os médicos não consideraram foi nosso Deus, e Ele está no negócio de milagres! ”, Disse o grupo.
E na segunda-feira, quando a notícia se espalhou da recuperação inesperada de Roxli, o grupo deu a Deus todo o louvor e agradeceu a todos que oraram.
“Todo o louvor, e glória, e honra ao nosso incrível Deus !! 2018 vai entrar no meu livro de história como o ano em que Deus nos permitiu testemunhar o milagre de uma vida! Repetidamente, agradeço-lhe pelo que fez e pelo doce Roxli. Obrigado a todos por fazer parte de sua história, por orar pelo paraíso e por sua generosidade! ”, Escreveram eles.
Atualmente, os médicos estão monitorando Roxli e ela deve se submeter a tratamentos, como a imunoterapia, por precaução.
Em um poema escrito por Roxli na escola no passado Dia de Ação de Graças, ela escreveu: “A todos, obrigado. Você foi gentil comigo, você levantou dinheiro para mim, você orou por mim e você me curou. Você mostrou ao mundo, nem todos os heróis usam capas. [Fonte: JM Notícia]

Pesquisa personalizada